OLÁ!! ESTE BLOG TEM COMO OBJETIVO MOSTRAR UM POUCO DO DIA A DIA DA FISIOTERAPIA ESPORTIVA E TÉCNICAS UTILIZADAS POR MIM. AOS AMIGOS, CLIENTES E ATLETAS DESEJO UMA PRAZEROSA APRECIAÇÃO DO BLOG. UM ABRAÇO A TODOS VOCÊS! CONSULTÓRIO EM COPACABANa.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

FISIOTERAPIA ESPORTIVA - LUXAÇÃO DE OMBRO.

Goleiro de Futsal Sub 17 estava realizando seu treino diário e por uma infelicidade teve uma Luxação do Ombro DIREITO.

 A luxação do ombro é patologia dolorosa e incapacitante da articulação glenoumeral. A maioria dos deslocamentos são anteriores (para frente e para baixo), mas o ombro pode deslocar-se também posteriormente (para trás).

Imediatamente sua lesão foi reduzida (recolocar o ombro no lugar), pois se trata de uma emergência Clínica. Na grande maioria dos casos para se realizar a redução da luxação não é necessária Cirurgia. Logo após a redução o Atleta teve seu ombro imobilizado provisóriamente com tipoia por 03 (três) semanas e fez uso de medicamento, claro, orientado por um Ortopedista. 

Kinesio Tape para redução do quadro de dor e estabilizar a articulação.

Passados 07 (sete) dias do ocorrido iniciamos a Fisioterapia, com o intuito de reduzir o quadro de Dor. Utilizamos como recursos analgésicos e antinflamatórios, como: Crioterapia, Acupuntura e Laserterapia. Lembrando que retirávamos a tipoia durante os atendimentos. 

Acupuntura para reduzir o quadro de Dor.

 A maior preocupação com esse tipo de lesão é que o ombro tenha sido deslocado a primeira vez, existe uma alta probabilidade (chance de 80-90% em alguns estudos) de uma nova luxação no ombro (recidivante). A força da deslocação do primeiro episódio leva a uma flacidez dos tecidos moles que mantém a cabeça do úmero centrada. Para reduzir as chances de acontecer uma nova lesão é necessário que assim que reduzir o quadro álgico se inicie o mais rápido possível o fortalecimento de todos os músculos que “cercam” essa articulação. 

Fortalecimento com resistência Elástica.

O Atleta encontra-se em plena atividade após 08 (oito) semanas do Dia da Lesão.
O trabalho da Fisioterapia Esportiva é esse, fazer com que o Atleta Amador ou Profissional retorne as suas atividades esportivas o mais rápido possível, claro respeitando a individualidade de cada caso e cada esportista.

UM GRANDE ABRAÇO!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

ACUPUNTURA NO ESPORTE.


     Acupuntura é a aplicação (estímulos) de agulhas (descartáveis) em pontos do corpo, chamados de "acupontos" que se distribuem principalmente sobre linhas chamadas “canais” e"meridianos”.



     Com a estimulação desses pontos haveria a liberação de substâncias que agiriam sobre a inflamação e sobre a dor, causando a recuperação da lesão e a redução da dor.

Atleta de Alto Rendimento.
       Pesquisadores da Universidade de Tóquio comprovaram que a acupuntura afeta a resposta imunológica e a produção de endorfinas, hormônios liberados pelo nosso cérebro para combater a dor e trazer sensações de bem-estar e conforto. Esse estudo foi publicado pela Medical & Science in Sports & Exercise em 2003.

      No mundo esportivo há uma constante busca para melhorar o desempenho e aumentar a competitividade dos atletas. Com isso, se torna cada vez mais comum o uso da Acupuntura no tratamento de atletas com objetivo de aliviar a dor, tornando-se mais uma alternativa para acelerar a recuperação física pós-treinamentos, durante longas competições e pós-competições. Á medida que os efeitos terapêuticos da acupuntura surgem, os medicamentos (antiinflamatórios e analgésicos) são reduzidos e até retirados.

Entorse de Tornozelo - Atleta Amador
      A acupuntura deve ser incorporada na rotina semanal dos Atletas, tanto amadores, profissionais e de alto rendimento. Em alguns casos, principalmente em atletas de alto rendimento, a acupuntura pode ser feita três vezes por semana ou diariamente.


UM GRANDE ABRAÇO!














segunda-feira, 9 de julho de 2012

SÍNDROME DO CORREDOR ou SÍNDROME DA BANDA ÍLIOTIBIAL

  

 Há 15 (quinze) dias da Maratona recebi em meu consultório um corredor de rua que iria fazer a sua primeira Maratona do Rio de Janeiro no dia 08 de Julho de 2012. O corredor sentia fortes dores na região lateral do joelho e leve edema no local da dor. Também relatava dor após longos períodos sentado com joelhos em flexão, dor ao descer escadas e dor principalmente ao treinar (correr).
   Tudo indicava que seria a "famosa" síndrome do Corredor. Vou falar um pouco dessa síndrome muito comum em atletas de corrida.

     É uma lesão causada pelo atrito repetitivo da banda iliotibial, principalmente pelas fibras posteriores, no epicôndilo lateral do fêmur. Como se trata de uma lesão por sobrecarga, é muito observado em corredores de longa distancia. Um estudo realizado em corredores, pela Universidade de Stanford, encontrou um aumento de ativação da musculatura adutora de quadril durante o ciclo de corrida, o que significa que havia uma diminuição na capacidade dos abdutores do quadril (glúteo médio e mínimo) de controlar, de forma excêntrica, o movimento de adução.

     Faltavam somente 15 dias para a Maratona, preocupação em não conseguir realizar a prova era grande, pois os treinos tinham sido reduzidos e a DOR ainda persistia. No PRIMEIRO Atendimento foi realizado Acupuntura para reduzir o quadro de Dor. Realizei Liberação Miofascial no Tensor da Fáscia Lata (TFL) (Muito Dolorido esse procedimento, mas necessário). Foi feita aplicação de Kinesio Tape para “relaxar” a musculatura lateral da Coxa. Claro que meu cliente foi com “dever de casa” para fazer, mas não irei exemplificar esses exercícios.


     Feito o primeiro Atendimento por mim era a hora do Treino. TREINO? Mas e a dor? Já estou sem treinar bem há alguns dias...?

     BELO TREINO PARA QUEM ESTAVA COM DOR HA DOIS DIAS ATRÁS...

Tem como não treinar bem com um visual  deste?

Faltando 3 dias para o grande dia realizamos o SEGUNDO atendimento. Praticamente os mesmos procedimentos do primeiro dia, mas sem Acupuntura. 


     E vamos para os 42K no dia 08/07/2012. A previsão para os 42Km era de 4h e 30min. ou um pouco mais, pois os treinos tinham sido prejudicados. 

     Chegou o dia mais esperado e meu cliente completou os 42Km da Maratona do Rio de Janeiro em 4h e 06min (tempo extra-oficial)!!!!!!!

Um Grande Abraço Especial para a SPEED ASSESSORIA ESPORTIVA por confiar no meu trabalho!


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ASSESSORIA FISIOTERAPÊUTICA


Assessoria Fisioterpêutica é o acompanhamento de um Fisioterapeuta em grupos de atividades físicas, como:
* Equipes de Corridas.
* Equipes de Artes Marciais. 
* Tênistas profissionais e amadores.
* Semana de treinamentos preparatórios para alguma competição específica e etc.

A assessoria consiste em acompanhamento, tratamento e prevenção de lesões.
Nesta postagem irei mostrar um pouco da Assessoria prestada por mim no período do Carnaval de 2012.

 Iniciamos o trabalho no Centro de Desenvolvimento de Vôlei em Saquarema, Rio de Janeiro no dia 16/02 e terminamos no dia 23/02.


Acompanhei os Atletas Profissionais de Vôlei de Praia durante seus treinamentos diários, divididos em 03 períodos (Praia – Físico – Academia). Realizamos os tratamentos Fisioterapêuticos 3 vezes ao dia nos intervalos dos treinos e próximo ao períodos de repouso.


Foram utilizados como tratamentos:

* Fisioterapia Manipulativa (Maitland, Mulligan, Neurodinâmica e outros)
* Eletroestimulação
* Academia (Fortalecimentos Concêntricos e Excêntricos)
* Kinesio Tape
* Acupuntura
ELETROESTIMULAÇÃO PÓS-TREINO
ACUPUNTURA
UM GRANDE ABRAÇO!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

DORES NA PANTURRILHA EM CORREDORES


     A panturrilha é um dos principais grupamentos musculares propulsores e amortecedores do corpo durante a corrida. Mas, no meu ponto de vista o papel mais importante desse grupo de músculos é realizar o retorno do sangue dos membros inferiores para o Coração.

     Em meu consultório aparecem diversos corredores de rua, amadores ou profissionais com queixa de dores musculares nas panturrilhas.


     Essas dores geralmente estão instaladas a mais de 45 dias, muitos não se recordam como iniciaram essas dores. Após alguns minutos de conversa (avaliação) começam a surgir alguns fatores que possam ter desencadeado essas dores, como:

*Lesões Musculares não tratadas corretamente;
*Aumento repentino da intensidade dos treinos;
*Não realizar fortalecimento muscular adequado;
*Uso prolongado do mesmo tênis ou calçado inadequado;
*Má circulação
Entre outros...

     Na maioria dos casos, tratados por mim, foi encontrada uma simples tensão muscular em alguns pontos específicos na panturrilha, causados pelos fatores expostos anteriormente.

Alguns tratamentos realizados por mim:

KINESIO TAPE

VENTOSA
     Um outro artifício que tenho indicado e com resultados excelentes são as famosas MEIAS DE COMPRESSÃO.


      Infelizmente ou felizmente, ainda não sei, o seu uso está na moda e com isso a sua utilização vem sendo feita equivocadamente. Em outra oportunidade irei escrever mais sobre esse assunto.

BONS TREINOS E UM GRANDE ABRAÇO!!


Consultório em COPACABANA





terça-feira, 25 de outubro de 2011

TENDINOPATIA DO QUADRÍCEPS

Jogador de Futebol com dores na região do Tendão do Quadríceps, por aproximadamente 2 (dois) Meses. Não foi realizado nenhum exame de imagem para diagnosticar a Tendinopatia. O Atleta se queixava de dores na palpação do referido tendão, após suas atividades de treino e jogos e quando ficava com o joelho flexionado por algum tempo e retornava a posição de extensão!!


Iniciamos o tratamento com exercícios excêntricos (Protocolo de Alfredson) de Extensão de Joelhos na Cadeira Extensora. Passadas duas semanas não obtive resultado satisfatório, que para mim é a redução de 80% de Dor. Com o insucesso do tratamento partir para outro tipo de exercício Excêntrico (Protocolo de Alfredson) de Extensão de Joelho. Nessa forma de exercício o próprio atleta, com auxílio,  pode realizar o protocolo em sua casa dua vezes ao dia.

video

Após 17 dias realizando o tratamento (sem pausa nos treinos e jogos) em casa e em Consultório o Atleta está 100% sem dor, praticando sua atividade esportiva!

Obs.: O vídeo é meramente ilustrativo. O atleta não autorizou a divulgação da sua imagem!!

Um Grande Abraço!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL (R.P.G)

R.P.G e o ESPORTE.

O esporte faz parte da sociedade, indicação comum de diversos profissionais da saúde, é aconselhado por muitas gerações. Praticado a séculos, conheceu uma curva ascendente nos dias de hoje, e junto ao seu crescimento, crescem o número de atletas a experimentar lesões.


Um jovem jogador de futebol que vê sua carreira acabar; um corredor de rua que mal agüenta andar; são exemplos de atleta que antes mesmos de alcançar o sucesso, precisam parar.

Músculos sobre carregados, articulações altamente impactadas, treinos longos e excessivos, o corpo funcionando além de seus limites, faz com que atletas de alto rendimento cheguem a um “teto” e regridem de maneira inesperável.

Na busca de soluções, o R.P.G que tem em seus princípios trabalhar a globalidade; identificar no esportista seus problemas, deformações; rigidez e a falta de amplitude e em seguida se aprofundar nas qualidades musculares que o esporte executado requer.


O atleta é avaliado de maneira criteriosa e submetido a AUTO POSTURAS adaptadas a cada indivíduo, em sessões individuais, com o objetivo de reduzir a dor nas articulações, grupos musculares inevitavelmente enrijecidos pela prática repetitiva e compensações, levando a um melhor aproveitamento da atividade.

Benefícios para o Atleta:

* Redução de Dor.
* Melhora Postural durante a Atividade = Melhora de Resultados.
* Bem estar após treinos e competições.

UM GRANDE ABRAÇO!